GIRLSPT.COM - Cursores Animados
A Magia do Espelho: Fevereiro 2010

A Magia do Espelho

Espaço para devaneios, reflexões, desabafos, dicas culturais e otras cositas más

Desculpas para começar e manter uma dieta


Gordinhos e gordinhas sempre têm uma desculpa para iniciar uma dieta séria e que dure mais do que um dia.

Todo dia 31 de dezembro, mais precisamente à meia-noite, gordinhos (as) de todo o mundo prometem que vão perder não sei quantos quilos no ano novo, mas são poucos que realmente conseguem isso.

JANEIRO: No primeiro mês do ano, até que os gordinhos (as) tentam com mais vontade perder aqueles quilinhos intrusos. Matriculam-se na academia, tentam parar de comer porcaria e recorrem à lembrança do carnaval para ter mais forças e continuar a dieta.

FEVEREIRO: Mas é só o carnaval chegar para a alimentação ficar totalmente descontrolada de nove. E tome sanduíche, refrigerante, cerveja e tudo mais que tiver direito. Afinal, é carnaval! Na quarta-feira de cinzas zera tudo e o ano começa novamente. Mas chega quarta-feira de cinzas e, depois de tanto descontrole na alimentação, fica difícil voltar a comer menos. "Ah, segunda-feira eu começo a dieta de novo!". E assim passam-se todas as segundas-feiras de fevereiro.

MARÇO: A desculpa da segunda-feira continua valendo sempre a partir da sexta-feira, quando os fofinhos (as) comem tudo que aparece pela frente. Final de semana, sabe como é?!

ABRIL: Aí chega a Semana Santa e não há dieta que resista a tanto chocolate, vinho, chocolate, vinho, mais chocolate... Ai, ai... Já que o mês começou tão bem, vamos emendar a comilança com o feriado de Tiradentes. Dieta só no próximo mês.

MAIO: Após a comilança de Páscoa (comemorar Semana Santa cometendo o pecado da gula é osso!), os gordinhos (as) tentam novamente começar uma dieta. Na primeira semana de maio, matriculam-se novamente na academia. Resistem firmemente por duas semanas, então chega o Dia das Mães e aquele almoço de domingo, hummmm. Tem como manter a dieta? Sabe como é gordinho, sempre arranja uma desculpa para furar a dieta: "Já comecei o dia comendo muito, agora vou aproveitar". Resultado: bye, bye, dieta!

JUNHO: Precisa nem falar que com as festas junhinhas os fofuchos só pensam em se empanturrar com milho assado, cozido, pamonha, canjica... ai, tá dando fome!

JULHO: Mês de férias, cineminha, pipoquinha, jujubinha e você fica ainda mais baleiinha!

AGOSTO: Mês do cachorro doido! Fofinhos do Brasil tentam retomar a dieta após as férias, mas acontece a mesma coisa que em maio: Dia dos Pais, almoço do domingo e dieta para o Espaço!

SETEMBRO: Apesar do feriado da independência, onde todo mundo acaba comendo mais. É um mês teoricamente mais parado. Não fosse pelos aniversários, casamentos, chás de panela etc. Mas até que dá para fechar um pouco a boca.

OUTUBRO: outubro, bem, outubro. O que posso dizer? Alguns aniversários, preparativos para as festas de final de ano (é, porque brasileiro começa a se preparar para os feriados meses antes), uma formatura aqui, outra ali, um casamento aqui, uma separação ali, e por aí vai.

NOVEMBRO: Mês dos aniversários, uma vez que muita gente foi fabricada durante o carnaval, néan? Com uma festinha todo final de semana, a dieta fica restrita (quando fica) aos dias úteis. A essa altura do campeonato, muita gente já desistiu da academia há séculos e já começa a fazer planos de emagrecer no ano novo que se aproxima.

DEZEMBRO: Mês de virar uma bola de verdade sem muito peso na consciência. Afinal, nem o ser humano com mais força de vontade do mundo conseguiria manter a dieta com tantos amigos secretos, confraternizações, ceia de Natal, ceia de Ano  Novo, mais amigos secretos... É muita comida, meu povo! Isso, claro, até o dia 31 de dezembro, quando as promessas de emagrecer no Ano Novo são renovadas e tudo começa mais uma vez... O importante é ser feliz e não desistir dos objetivos. Persistência! Um dia, como diz o Pastor Neto Nunes, vai dar tudo certo! Enquanto isso, a gente vai enrolando, e rolando, rolando... Não somos gordos, somos fofos! :-D

BBB

Gente, BBB bombando, trabalho bombando, projetos bombando. Tá um pouco difícil atualizar aqui, pois os comentários está rolando mais no Twitter. Mas isso não é motivo para eu esquecer meu o refúgio :-)

Bem, vamos ao BBB. Preciso dizer que nunca estive tão ligada em um BBB antes. Talvez a participação de ex-ex-BBBs no programa tenha despertado mais o meu interesse, ainda que, a princípio, eu não tenha achado muito legal. O fato é que esta edição, que tinha tudo para ser a edição dos gays, está mudando um pouco de rumo e transformando-se na edição do Dourado, ex-ex-BBB, metido a machão, com aparência de machão, bom jogador, mas tão humano quanto todos os outros participantes. Esse é apenas um dos aspectos de destaque da edição dez.

Respeito quem não gosta do programa, mas acho um equívoco dizer que é totalmente fútil. Eu mesma já tive minhas resistências quanto ao BBB, mas hoje vejo que, muito mais que um programa de entretenimento, é um programa feito com gente para gente. Um recorte da nossa sociedade (ainda que não seja um recorte qualquer) que nos permite ver, analisar e discutir diferentes comportamentos do ser humano. Claro que se for só para olhar e se divertir com os erros, problemas, qualidades e defeitos dos outros, o programa perde um pouco do sentido que eu acho que ele possui.

É legal ver um barraquinho de vez em quando. É legal ver pegação de vez em quando. É legal ver festas bacanas e o povo se passando. É legal ver romances açucarados. Mas o que é mais legal, na minha opinião, é a observação que podemos fazer do ser humano, é aprender com os erros dos outros, é reconhecer as fraquezas dos humanos, é enxergar nos outros um pouco de nós mesmos e, junto com o julgamento que inevitavelmente fazemos dos participantes, nos julgarmos também a fim de melhorarmos nosso modo de ser e o convívio em sociedade. Nesse sentido, acho que o programa tem muito a contribuir, mas é preciso saber assisti-lo.

Para quem não gosta de BBB, aconselho tentar assistir o programa de mente aberta. Para quem gosta de BBB, mas nunca parou para pensar sobre as "falhas" dos outros refletidas em você, no seu modo de ser, no convívio em sociedade, na família, com os amigos, namorado etc., fikadik.

E vamos curtir o BBB!

Sim, pode haver flores lixo!





No entanto, nunca é demais passar po

Vale a pena ler de novo

  • A lição final
  • A sangue frio
  • Crônicas de Nárnia
  • George e o segredo do Universo
  • O caçador de pipas
  • O Pequeno Príncipe

Ache aqui:

Seguidores