GIRLSPT.COM - Cursores Animados
A Magia do Espelho: Sobre imagens e algumas ideias

A Magia do Espelho

Espaço para devaneios, reflexões, desabafos, dicas culturais e otras cositas más

Sobre imagens e algumas ideias


O que você vê quando se olha no espelho? Você pode ver o que quiser, mas a autoenganação pode custar caro

Vejo muita gente enchendo aboca para falar que as pessoas deveriam ser mais sinceras e falar mais a verdade. No entanto, quando a gente se depara com alguém que é sincero e que fala a verdade, temos muita dificuldade de lidar com isso, sobretudo quando a verdade da outra pessoa não é aquela que você concorda. Posso ser cheia de defeitos e sei que sou. Mas de um defeito eu sei que estou livre: o de usar máscaras. Não finjo ser o que não sou, gostar do que não gosto, concordar com o que não concordo para agradar a outras pessoas. Quando ajo dessa forma, não é na intenção de agredir ninguém, mas apenas de ser sincera comigo mesma e com as pessoas que convivem comigo.

Como disse, nem todo mundo sabe lidar com a verdade, com a crítica, com a divergência de pensamentos. Alguns se sentem ofendidos porque o mundo não concorda com suas ideias, porque se alguém discorda deles é porque essa pessoa é uma idiota e merece ser punida de alguma forma ou porque, simplesmente, se acham muito superiores aos demais seres humanos, principalmente aos que discordam dele.

Estou aqui para dizer, para quem interessar possa, que NÃO SOU OBRIGADA       a gostar de ninguém, a concordar sempre com os outros, a dizer amém para tudo ou a achar toda ideia imprescindível para o futuro da humanidade. Eu também tenho opinião própria, tenho minhas reclamações, minha forma de lutar e de me expressar, ainda que nem todos concordem, e eu sei que não concordam, ou ainda que eu não esteja certa. Ninguém pode forçar um aprendizado ou amadurecimento a outra pessoa, nem que essa pessoa seja você. Sei ouvir opiniões divergentes e respeitá-las, mas também sei expor as minhas opiniões e rebater aquelas com as quais não concordo. Uma pena que algumas pessoas acham que, por você não concordar com uma opinião que ela tem, você não é um ser humano digno.

O que eu não sei, minha gente, e isso eu não sei mesmo, é ser hipócrita ou fingir apreço por quem eu não tenho. É falar mal de pessoa A para pessoa B, a fim de ganhar a confiança ou simpatia da pessoa B, e depois estar de amorzinho com pessoa A. Todos têm o direito de mudar de opinião. E devem mudar de opinião, mas também devem ser coerentes. Também não sei fingir uma coisa que eu não sou. Não sei dizer que não gosto de uma coisa, quando na verdade gosto, ou o contrário. Não estou sempre certa nas minhas posturas e nas minhas opiniões, e aí que saber ouvir a opinião dos outros é importante, ainda que ela pareça amarga para a gente. Mas não estou disposta a mudar para agradar ninguém. Preciso estar bem comigo mesma para fazer bem felizes as pessoas que realmente importam para mim. Quem gosta de mim, gosta e pronto. E de quem eu gosto, eu gosto. E de quem eu não gosto, não adianta nem tentar...

Quer ser uma boa pessoa? Alguém legal que realmente contribui para melhorar o mundo? Comece exagerando menos no discurso e agindo mais. Comece fingindo menos, e sendo mais você. Comece sendo mais humilde, e humilde de verdade, não apenas nas palavras. Comece sendo mais sincero com as pessoas, ainda que isso lhe custe a antipatia dos outros. Uma coisa é certa, se você quer mudar o mundo, você não vai conseguir fazê-lo sendo uma pessoa falsa, que finge gostar de pessoas e coisas das quais não gosta, que posa de bom moço, que veste uma fantasia de “boa pessoa” para se enganar, enganar os outros e conseguir dormir bem, mas que não respeita o seu próximo. Vamos nos olhar um pouco no espelho e nos vermos como realmente somos, sem máscaras, sem poses, sem vaidades? Vamos virar um pouco para nós o espelho que apontamos para o outro e ver se o que gostamos de criticar nos outros nós também não fazemos? Vamos pensar todos juntos nisso?

Não somos Deuses intocáveis. Somos apenas humanos...






2 comentários:

Jana B. 28 de junho de 2010 00:40  

Sofro do mesmo "mal" q vc. Pq digo "mal" pq realmente as pessoas q não gostam de ouvir as verdades ficam chateadas comigos, mesmo as q dizem q amigas. Às vezes deixo de emitir minhas opiniões (principalmente no local de trabalho). Lá sou chamada de uma "pessoa crítica", mas o q querem dizer é: que menina chata, critica tudo...
O interessante do seu post é que ele tá na mesma linha do post da Max (Psicotropica).

Laiali Safa 17 de julho de 2010 19:57  

oioi, tô seguindo!
Me segue tbm ?

www.laialisafa.blogspot.com
Bjoos!

Vale a pena ler de novo

  • A lição final
  • A sangue frio
  • Crônicas de Nárnia
  • George e o segredo do Universo
  • O caçador de pipas
  • O Pequeno Príncipe

Ache aqui:

Seguidores